Páginas

sábado, 30 de outubro de 2010

“ Nem no clube nem na Seleção é lugar de pregação”,afirma Mano Menezes.

mano-menezes
Após a World Cup 2010(Copa do Mundo,2010).Surge as primeiras polêmicas dessa vez com o ex-técnico do Corinthians e atual técnico da Seleção Brasileira,penta campeã do mundo,em uma entrevista exclusiva ao Terra,Mano foi perguntado pelo assunto religião que “afetou” os jogadores da seleção nas copas de  2002 e 2006,na Copa do Mundo da África do Sul foi um assunto que rendeu polêmicas,no entanto a FIFA declarou que nem um clube ou jogador poderia fazer qualquer manifestação religiosa.Veja a seguir o que o Técnico Mano Menezes falou sobre o assunto.

Mano foi perguntado sobre a questão religiosa,que foi um tema um pouco discutido entre os jornalistas na Copa do Mundo 2010,ele afirmou também que foi em busca de informações sobre polêmica na Copa da África do Sul.

‘Nem no clube nem na Seleção é lugar para pregação', afirma Mano

O técnico Mano Menezes comentou em entrevista exclusiva ao Terra sobre o assunto religião dentro da Seleção Brasileira. O treinador afirmou que não proibirá que os jogadores cultuem suas crenças, mas que não aceitará imposições de crenças no grupo.

Durante a Copa do Mundo de 2010, o pastor Anselmo Alves, 51 anos, espécie de guru oficial do time nacional desde a Copa de 2002, esteve presente dentro do grupo de Dunga.

"Recebi por interesse de ir atrás do que tinha se passado (em 2010). Tem que se cuidar muito com quem você vai buscar essas informações. Mas eu tenho uma linha de conduzir nesse assunto delicado de maneira muito clara. Nem no clube nem na Seleção é lugar de pregação", disse Mano.


"Pode cultuar a sua crença dentro do respeito e limite de cada um. Não vai lá convencer ninguém. Você respeita e cultua a sua", completou o treinador da equipe verde e amarela.
O assunto sempre foi um tema que gerou polêmica. Em 2002, diversos jogadores comemoraram o título mundial com camisas em que exaltavam Jesus. A Fifa, inclusive, determinou a proibição de manifestações religiosas nas comemorações de suas competições.

Depois da Copa do Mundo de 2006, houve alguns boatos que teria acontecido um racha durante o Mundial entre os jogadores evangélicos e o resto do grupo. Fato desmentido pelo zagueiro Lúcio antes da Copa na África do Sul.

Fonte : Terra TV
Redigitado por : Breno Weverton

2 comentários:

Davy Jones disse...

Concordo que deve haver respeito nestas questões. No entanto, essa postura de Mano Menezes pode criar oportunidade para a proibição de orações, leitura bíblica e conversas sobre o assunto no âmbito dos jogadores, o que viola o direito de crença. O que, provavelmente, é o que irá acontecer.

1 de novembro de 2010 08:59
Sonhos De Deus disse...

PAZ BENÇÃO GOSTEI MUITO DO TEU BLOG JA ESTOU TE SEGUINDO ,TE ENCONTREI ATRAVES DE UMA AMIGA,TENHO UM BLOG GOSTARIA DE TI CONVIDAR ME SEGUIR O ENDEREÇOhttp://SNSDEUS.BLOGSPOT.COM/
POST TEU COMENTARIO VAI SER DE GRANDE BENÇÃO UMFELIZ 2011 DE TODA SORTE DE BENÇÃO FICA COM DEUS!!!

30 de dezembro de 2010 17:48

Postar um comentário

Rádio :

Seguidores